Oi anuncia upgrade da banda larga fixa para 35 Mbps em mais de 503 cidades do Brasil

Em processo de reestruturação interna, a Oi quer voltar a crescer no segmento fixo, em particular com a banda larga. Para tanto, a companhia anunciou nesta quinta, 13/08/2015, que está aumentando a capacidade de sua infraestrutura com um novo backbone ótico e que, com isso, lançará ainda neste mês de uma oferta de VDSL com velocidade de até 35 Mbps para clientes residenciais. Além disso, planeja ampliar a base de acessos de fibra até a residência (FTTH) durante o segundo semestre para clientes finais e lançando o GPON corporativo.

De acordo com o CEO da operadora, Bayard Gontijo, “a companhia irá oferecer velocidades de 20 Mbps, 25 Mbps e 35 Mbps, em 65% dos municípios em que a Oi tem cobertura em todo o país, dos quais mil municípios só contam com ofertas de Internet banda larga da Oi”. Já a oferta corporativa planeja reduzir custos no acesso à rede e é destinado principalmente às pequenas e médias empresas. “A estimativa é que o sistema inicialmente seja implantado em nove capitais e que no segundo semestre de 2016 esteja completamente concluído”, disse ele em comunicado.

A estratégia está “em linha com o processo de turnaround do negócio”. A companhia conta atualmente com 45 milhões de homes-passed de banda larga e, por conta disso, pretende chegar a 30% com a nova oferta. “Vamos lançar novas ofertas, o VDSL em 35 Mbps está quase pronto para ser lançado, vamos alcançar 300 mil (acessos) e vamos aumentar a capacidade em FTTH no Rio de Janeiro e em Belo Horizonte”, disse ele durante teleconferência com analistas, prometendo entregar resultados desses novos produtos já no próximo trimestre.

A capacidade pode aumentar graças ao projeto de expansão da rede de transporte, um novo backbone ótico de 100 Gbps. A Oi afirma estar com 81% do projeto concluído. O backbone deverá conectar 12 capitais (Rio de Janeiro, São Paulo, Belo Horizonte, Vitória, Porto Alegre, Santa Catarina, Curitiba, Salvador, Fortaleza, Recife, Teresina e Brasília), do Nordeste ao Sul do País, e terá 30 mil km de fibra. Outro projeto é a nova rede de roteador IP single edge, que está 69% concluído e também estaria adiantado – o prazo de conclusão previsto para ambos é dezembro deste ano. “Esses dois projetos já nos permitem aumentar a banda média do usuário”, garante Gontijo.

Em tráfego, houve aumento de 37,9% de “banda média por usuário” em junho, além de um crescimento de 40,% em tráfego IP. Já o nível de congestionamento no tráfego em conexões ADSL caiu 22,7%, ainda de acordo com a empresa.

A companhia afirma ter aumentado a velocidade média da banda larga residencial em 21,4%, chegando atualmente a 4,9 Mbps. Houve aumento ainda de 33% na base com velocidade igual ou superior a 10 Mbps, que agora representa 27% do total.

Velocidades atuais ADSL da Oi (incluindo upload)

velocidade_adsl_oi